Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 5 de novembro 2019


Campeã O número de assassinatos no mês de outubro voltou a bater recorde em Camaçari. Com 22 registros de mortes violentas, número é mais que o dobro registrado em setembro, com 10 homicídios. Mesmo número recorde (22) do ano foi contado em abril. Nos 8 meses de registros, que a Coluna teve acesso, conta soma 118 mortes. Média mensal nos 8 meses é de 14,7 assassinatos. Número negativo só é superado pelo mês de junho de 2018, quando 23 pessoas foram assassinadas no município. Camaçari contou no ano passado 173 assasinatos. 


Campeã 2  Nessa estatística negativa que Camaçari lidera com folga na Grande Salvador, município também é destaque nos casos de estupros. Levantamento feito pela Coluna, com base nos dados disponibilizados no site da secretaria de segurança pública (SSP), referentes aos 6 primeiros meses deste ano, mostra que município registrou 29 estupros. Já na conta de todo o ano de 2018, Camaçari não perde o 1º lugar na Grande Salvador, com 73 atos violentos geralmente praticado contra mulheres. 


Reação A ação civil do Ministério Público de Camaçari (MP) contra os gastos da Câmara de Vereadores com serviços de desinsetização, desratização, descupinização, não parece preocupar o presidente do Legislativo, e alvo da medida judicial, o vereador Jorge Curvelo (DEM).


Reação 2  Mesmo cobrado pelo Camaçari Agora, que postou a notícia (Confira), o presidente só vai se manifestar quando for notificado pela Justiça. Segundo apurou a Coluna, o vereador Curvelo, que já sofreu outra ação que resultou no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o MP (Confira),  está tranquilo e consciente de que não praticou nenhuma irregularidade contra os cofres públicos ao contratar o serviço por aproximadamente R$ 140 mil.


Maresia  O anúncio do início dos estudos para a construção de um aeroporto na Costa dos Coqueiros, pelo governo federal, provavelmente na região de praia do Forte, é mais um alerta para a prefeitura de Camaçari acordar e acelerar seu plano de turismo na região.


Maresia 2  Uma dessas referências, o projeto de requalificação da Aldeia Hippie de Arembepe, como mostrou a Coluna em abril (Confira), continua engavetado. No próximo dia 21, Camaçari sedia o 2º Fórum de Turismo. Visita à descuidada aldeia e a constatação da necessidade de implantação do projeto seguramente serão um dos temas nas rodas de conversa dos especialistas de todo o país que participarão do encontro no Vila Galé, em Guarajuba.


Mira Os 4 tiros que atingiram Marcelo Macedo, no domingo, 22 de outubro, num dos bares da movimentada noite do bairro do Inocoop, em Camaçari, parece que pegou a prefeitura, ainda que  de raspão.  Depois de muitas queixas de moradores contra o barulho, o trânsito caótico, a sujeira, e o uso desordenado dos passeios pelos comerciantes do local, a secretaria do desenvolvimento urbano e meio ambiente (Sedur), resolveu acordar. Moradores e comerciantes começam a discutir com a Sedur, formas civilizadas de atuação que garantam as atividades comerciais do bairro, que ganhou fama de boêmio, sem violar os direitos dos moradores. 


Mira 2 Os disparos destinados a Marcelo, vítima de crime de homofobia, também atingiram a secretaria de desenvolvimento social e cidadania (Sedes). Depois de 7 meses sem gerência, como denunciou o Camaçarico, a unidade LGBTT da Sedes voltou a ter comando. Joh Reis, titular da estrutura, já começou mostrando serviço. Começou pelos bares e estabelecimentos comerciais do Inocoop a campanha de afixação do selo que destaca que o local não tolera nem apoia LGTFobia. Campanha deve se espalhar por todo o comércio. 


Apito  A avenida Jorge Amado, sempre ela, segue ampliando o seu status de símbolo da desordem no planejamento e condução de obras em Camaçari. Além dos trabalhos de requalificação da via, que nunca terminam, a principal entrada da cidade exibe um altíssimo risco para pedestres que precisam atravessar do bairro Nova Vitória para o outro lado da pista, onde funcionam os principais atacadões da cidade.


Apito 2 Mesmo instalado, o conjunto de semáforos segue apagado, provavelmente esperando a inauguração da via. O título de campeã em acidentes com vítimas não parece sensibilizar a superintendência de trânsito e transportes (STT) que não coloca agentes no local para garantir a travessia de pedestres com segurança.


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com (Editor)


5/11/2019

Mais Notícias

Tribunal de Justiça da Bahia inocenta ex-secretária de Camaçari
Camaçarico 9 dezembro de 2019
Professor terá canal para informar descuido de pais com alunos
Moro é o ministro mais bem avaliado pela população, diz Datafolha
Brasil cai para 79º lugar no Índice de Desenvolvimento Humano
Bolsonaro melhora na economia mas sofre desgaste com corrupção
Salvador está entre as 6 capitais que reduziram mortes no trânsito
Mais dois índios são mortos no Maranhão
Morre Mãe Tatá do terreiro Casa Branca do Engenho Velho
Pesquisa mostra Lula, Moro e Bolsonaro em situação de empate


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL