Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 6 de maio 2019


Vestibular  Parece não ter jeito. Os estrategistas da gestão do alcaide Antonio Elinaldo (DEM) seguem empurrando o chefe para a reprovação. A última nota vermelha aplicada no próprio chefe pelos ‘universitários do time azul’ foi a omissão da gestão sobre o risco real de cortes no orçamento da Universidade Federal da Bahia (UFBA), com consequente atraso no projeto de implantação definitiva do campus da UFBA em Camaçari.  


Vestibular 2  Apesar do alerta do Camaçarico (Confira), postado na manhã de segunda-feira (30), e do imaginado respaldo do time de educadores pagos para assessorar o alcaide, o governo municipal preferiu insistir no equivocado silêncio. Perdeu o ‘time’ e sequer apresentou manifestação de apoio à  Universidade Federal da Bahia, avaliam figuras do próprio staff elinaldista ouvidas pela Coluna.  


Vestibular  3  Ao fugir do debate que lhe diz respeito como prefeito de uma cidade sede de um campus da UFBA, Elinaldo não apenas perde o discurso em defesa da universidade, que teria de fazer e soube usar quando da inauguração do campus, no ano passado. Também deixa de participar com outras figuras da política do privilegiado espaço de defensor da UFBA, na imprensa e nas redes sociais. Mais agil, apesar do atraso de quase 2 dias, o líder do Democratas no estado e presidente nacional da legenda, o alcaide da capital, ACM Neto, terminou faturando ao criticar a posição do governo federal que apoia.


Vestibular 4  Mas, o demista, agora vice-presidente estadual do DEM, não estava sozinho na sua aparente despreocupação com o risco de cortes no projeto UFBA-Camaçari. Seu grande aliado e tido como um dos articuladores do processo que finalizou a instalação do campus no município, o deputado federal Paulo Azi, coincidentemente presidente estadual do partido, também gazeteou o debate. 


Vestibular 5 Sem emitir sinais oficias de preocupação e até solidariedade, o alcaide parece não entender  muito menos compartilhar o clima de preocupação de alunos, professores e servidores do campus de Camaçari. A UFB-Camaçari não funciona apenas com luz, água, segurança e instalações bancadas pelo município, como ficou acordado e vem sendo cumprido. Com o projeto de implantação do campus em andamento, unidade aguarda agora a resposta da reitoria da universidade para o repasse de cerca de R$ 3 milhões necessários para implantação de laboratórios que precisam funcionar já no 2º semestre, a partir de agosto deste ano, e em 2020.


Vestibular 6 Mesmo com mais de 2 anos de experiência no comando da gestão, Elinaldo não parece entender que o corte de 30% das verbas nas federais pode atingir o projeto UFBA-Camaçari, com a desaceleração da implantação de etapas e sua finalização em 2022 com a transferência do atual campus na Cidade do Saber, para as instalações definitivas na BA-512, área vizinha ao Ceped.


Vestibular 7  Outro demista que anda se atrapalhando com sua assessoria, ou por falta desse indispensável apoio, é o presidente do Legislativo Municipal, Jorge Curvelo. Mesmo informado em março sobre a capacidade cítrica do ‘limão’ do Ministério Público de Camaçari (MP), caso prosseguisse com a gastança de combustível e aluguel de veículos, como fizeram seus  antecessores, os petistas Téo Ribeiro e José Marcelino, e o tucano Oziel Araújo, Curvelo preferiu acelerar. 


Vestibular 8  Basteria acrescentar a água e o açúcar do entendimento para transformar a amarga receita do Ministério Publico numa bela ‘limonada’.  Com a mesma dificuldade do alcaide, o doutor Curvelo perdeu a oportunidade de faturar o título de presidente que iniciou o processo de moralização dos gastos no Legilslativo. De quebra, ainda amenizaria a desgastada imagem da Casa do Povo com o ressabiado eleitor. 


Vestibular  9 Sem a receita da 'limonada', o resultado foi o desgaste de ter que assinar com o MP um Termo de Ajustamento de Conduta para não ser acionado na Justiça por improbidade administrativa e quebra dos princípios da administração pública como seus antecessores (Confira). Pelo TAC, Curvelo se compromete a botar freio na gastança do Legislativo, como mostrou em detalhes a reportagem intitulada 'Vereador de Camaçari vai usar carro plotado e gasolina controlada', postada na edição do dia 30 do Camaçari Agora (Confira). 


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com (Editor)


6/5/2019

Mais Notícias

Justiça nega pedido e Elinaldo segue réu em processo penal
Sinjorba lança manifesto pelo fortalecimento dos jornalistas
Adolescente negro tem mais chance de cometer suicídio
Zé Dirceu divide cela com Eduardo Cunha e João Vaccari
Decreto de Bolsonaro libera fuzil semiautomático, diz fabricante
Governador defende mensalidade em universidade pública
Camaçarico 20 de maio 2019
As fake news dominaram as informações durante campanha
Salvador sedia Semana Climática da América Latina e Caribe
Estilo conciliador do petista Wagner frustra oposição


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL