Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 6 de maio 2019


Vestibular  Parece não ter jeito. Os estrategistas da gestão do alcaide Antonio Elinaldo (DEM) seguem empurrando o chefe para a reprovação. A última nota vermelha aplicada no próprio chefe pelos ‘universitários do time azul’ foi a omissão da gestão sobre o risco real de cortes no orçamento da Universidade Federal da Bahia (UFBA), com consequente atraso no projeto de implantação definitiva do campus da UFBA em Camaçari.  


Vestibular 2  Apesar do alerta do Camaçarico (Confira), postado na manhã de segunda-feira (30), e do imaginado respaldo do time de educadores pagos para assessorar o alcaide, o governo municipal preferiu insistir no equivocado silêncio. Perdeu o ‘time’ e sequer apresentou manifestação de apoio à  Universidade Federal da Bahia, avaliam figuras do próprio staff elinaldista ouvidas pela Coluna.  


Vestibular  3  Ao fugir do debate que lhe diz respeito como prefeito de uma cidade sede de um campus da UFBA, Elinaldo não apenas perde o discurso em defesa da universidade, que teria de fazer e soube usar quando da inauguração do campus, no ano passado. Também deixa de participar com outras figuras da política do privilegiado espaço de defensor da UFBA, na imprensa e nas redes sociais. Mais agil, apesar do atraso de quase 2 dias, o líder do Democratas no estado e presidente nacional da legenda, o alcaide da capital, ACM Neto, terminou faturando ao criticar a posição do governo federal que apoia.


Vestibular 4  Mas, o demista, agora vice-presidente estadual do DEM, não estava sozinho na sua aparente despreocupação com o risco de cortes no projeto UFBA-Camaçari. Seu grande aliado e tido como um dos articuladores do processo que finalizou a instalação do campus no município, o deputado federal Paulo Azi, coincidentemente presidente estadual do partido, também gazeteou o debate. 


Vestibular 5 Sem emitir sinais oficias de preocupação e até solidariedade, o alcaide parece não entender  muito menos compartilhar o clima de preocupação de alunos, professores e servidores do campus de Camaçari. A UFB-Camaçari não funciona apenas com luz, água, segurança e instalações bancadas pelo município, como ficou acordado e vem sendo cumprido. Com o projeto de implantação do campus em andamento, unidade aguarda agora a resposta da reitoria da universidade para o repasse de cerca de R$ 3 milhões necessários para implantação de laboratórios que precisam funcionar já no 2º semestre, a partir de agosto deste ano, e em 2020.


Vestibular 6 Mesmo com mais de 2 anos de experiência no comando da gestão, Elinaldo não parece entender que o corte de 30% das verbas nas federais pode atingir o projeto UFBA-Camaçari, com a desaceleração da implantação de etapas e sua finalização em 2022 com a transferência do atual campus na Cidade do Saber, para as instalações definitivas na BA-512, área vizinha ao Ceped.


Vestibular 7  Outro demista que anda se atrapalhando com sua assessoria, ou por falta desse indispensável apoio, é o presidente do Legislativo Municipal, Jorge Curvelo. Mesmo informado em março sobre a capacidade cítrica do ‘limão’ do Ministério Público de Camaçari (MP), caso prosseguisse com a gastança de combustível e aluguel de veículos, como fizeram seus  antecessores, os petistas Téo Ribeiro e José Marcelino, e o tucano Oziel Araújo, Curvelo preferiu acelerar. 


Vestibular 8  Basteria acrescentar a água e o açúcar do entendimento para transformar a amarga receita do Ministério Publico numa bela ‘limonada’.  Com a mesma dificuldade do alcaide, o doutor Curvelo perdeu a oportunidade de faturar o título de presidente que iniciou o processo de moralização dos gastos no Legilslativo. De quebra, ainda amenizaria a desgastada imagem da Casa do Povo com o ressabiado eleitor. 


Vestibular  9 Sem a receita da 'limonada', o resultado foi o desgaste de ter que assinar com o MP um Termo de Ajustamento de Conduta para não ser acionado na Justiça por improbidade administrativa e quebra dos princípios da administração pública como seus antecessores (Confira). Pelo TAC, Curvelo se compromete a botar freio na gastança do Legislativo, como mostrou em detalhes a reportagem intitulada 'Vereador de Camaçari vai usar carro plotado e gasolina controlada', postada na edição do dia 30 do Camaçari Agora (Confira). 


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com (Editor)


6/5/2019

Mais Notícias

Começa segunda-feira o cadastro para o transporte universitário
Camaçarico 16 de julho de 2019
Procurador pede passagem e festeja não ter sido punido
Governo suspende convênio que produzia 19 remédios para o SUS
Consumidor já pode evitar ligações indesejadas de operadoras
Vale vai indenizar cada familiar de vítima com R$ 700 mil
Barragem que se rompeu foi construída sem fundação
Quase metade dos correntistas não sabe quanto paga de tarifa
Dívidas coloca ex-capitão da seleção na lista dos inadimplentes
Casas atingidas pela enchente em Coronel João Sá serão demolidas


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL