Busca:

  Notícia
 
Atividade garimpeira na Bahia registra crescimento de 40%


Trabalhadores enfrentam condições insalubres de trabalho em boa parte dos garimpos

A atividade garimpeira na Bahia registrou um aumento de 42% de 2010 a 2020. Segundo  levantamento feito pelo Projeto de Mapeamento Anual do Uso e Cobertura da Terra no Brasil (MapBiomas), os municípios de Ourolândia, Belmonte e Uauá são os que apresentam a maiores altas. Em todo o Brasil, a atividade  ocupa uma área superior a industrial, com 107.800 hectares contra 98.300, respectivamente. 


Mesmo legalizada, a exploração de minérios no Brasil acontece em diversos casos de forma irregular, prejudicando os próprios trabalhadores, que se arriscam diariamente em condições precárias e insalubres nesses pontos de  exploração, a população, o meio ambiente e o desenvolvimento do estado. 


A Bahia também registra extração ilegal  em garimpos  localizados em Santa Luz e Cansanção, com  extração de ouro;  diamante na cidade de Nordestina, Lençóis e Palmeiras, e ametista em Sento Sé. Esses são locais conhecidos. Segundo  a Agência Nacional de Mineração (ANM) e Ministério Público (MP), essas regiõies são fiscalizadas, sofrem interdiução, mas  retomam as atividades pouco tempo depois.


Operação feita pelo Ministério do Trabalho, no final do ano passado, resgatou 25 pessoas em regime análogo a escravidão, em um garimpo ilegal de ametista na Serra da Quixaba, município de Sento Sé, Norte do estado. A ficalização também encontrou trabalhadores sem equipamentos de proteção individual (EPI) e morando em condições precárias. 


A Bahia possui 41 Permissões de Lavra Garimpeira (PLG) ativas distribuídas em 19 municípios. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), a maior concentração  está em Castro Alves, com 10 pontos para exploração de quartzo e feldspato. Novo Horizonte, com 7 minas, explora quartzo rutilado e barita. Já Oliveira dos Brejinhos e Pindobaçu possuem cada um 3 minas e  retiram esmeraldas.  Ainda de acordo com a SDE, 19 requerentes, dos quais 8 são cooperativas, possuem essas 41 ermissões. Com informações do Bahia Notícias

Mais Notícias

Camaçari registra 8 novos casos de Covid-19 em 24 horas
Casamento ou troca de alianças!!??
Eleitor quer shippar Neto e Lula
Baianos são contra a realização do Carnaval no começo de 2022
Camaçari registra 2 novos casos de Covid-19 em 24h
Camaçarico 2 dezembro de 2021
Número de meninos e meninas de 6 a 14 anos fora da escola cresce 171%
Netinho deve se candidatar a federal com o apoio de Bolsonaro
Lula tem ao apoio de metade dos baianos para voltar ao Planalto
Camaçari registra 9 novos casos de Covid-19 em 24 horas


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2021 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL