Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 3 de setembro 2019



Placa da inauguração, em janeiro, e nova sinalização trocada semana passada

Deletando O vereador Téo Ribeiro (PT) anda zangado, e não é pouco, com o companheiro de legenda, o ex-prefeito e ex-deputado federal Luiz Caetano. O último movimento de Téo, que é pré-candidato a prefeito e disputa com a candidata de Caetano, a sua esposa Ivoneide Caetano, o direito de ser o nome oficial na chapa das oposições,  é um dos tiros mais precisos e que o ex-chefe poderia receber do ex-liderado e compadre. Sob a despretensiosa cortina da homenagem à diretora de teatro Cilene Guedes, Téo quer mudar o nome do Teatro Cidade do Saber (TCS) para Teatro Cilene Guedes (TCG). 


Deletando 2 Pelo projeto de lei apresentado nesta terça-feira (3) o 3º maior espaço cênico da Bahia, com quese 600 lugares, homenagearia a fundadora do Teatro Amador de Camaçari, o inesquecível e importantíssimo TAC, projeto decisivo na formação de gerações de atores e gente das artes em Camaçari. 


Deletando 3 Longe de ser uma proposição desmerecida para a diretora de teatro falecida em novembro do ano passado, que teve seu marido Alberto Martins, homenageado com o nome do outro teatro da cidade, movimento de Téo, que tem tudo para ser aprovado sem sobressaltos e até com alegria pela maioria governista, acaba de vez com a marca Caetano no projeto de inclusão pelas artes que o então prefeito criou em 2007.


Deletando 4 Formado por estruturas de esporte, música, dança, museus e biblioteca, complexo ainda se mantém como Cidade do Saber graças ao teatro. Com a mudança para Teatro Cilene Guedes, Caetano vê mais uma de suas marcas, como a praça da Simpatia, rebatizada em 2017 como praça doutora Lúcia Eugênia, ser apagada e empurrada para o depósito da história. 


Cabeças pensantes  Demorou quase 8 meses para que a prefeitura de Camaçari entendesse a importância e a necessidade de restabelecer a verdade sobre figuras do passado recente do município. Esse foi o tempo necessário para trocar um simples topônimo, ou designação do logradouro,  da praça Mãe Eulina, requalificada  pelo município e devolvida à população em janeiro deste ano. Gestão municipal resolveu ignorar as várias solicitações de correção feitas pela Coluna, num grave descuido com a história de importante sacerdotisa do Candomblé, nascida Eulina Maria da Silva, num 21 de outubro da primeira década de 1900, mas conhecida como Mãe Eulina. 


Cabeças pensantes 2 O primeiro lembrete foi dado logo no calor da inauguração (Confira), que até poderia justificar o erro como acidente, apesar do inquestionável descuido com a pesquisa histórica. Os meses se passaram e um novo alerta foi feito em abril, pelo Camaçarico, sem o devido entendimento da secretaria de governo, responsável pela correção (Confira). Só com a última radiação, feita no final de agosto (Confira), a equipe do alcaide Antonio Elinaldo se sensibilizou sobre tão importante personagem. Demora só reforçou a desconfiança de setores da sociedade organizada camaçariense sobre filtros religiosos que parecem permear a gestão do demista, em especial com a religiões de matriz africana. 


Desbotado E o time azul se organiza para os desfiles de 7 de Setembro na Gleba E e no distrito de Parafuso. A reunião de ajuste está sendo convocada pelo vice-prefeito José Tude (DEM). Encontro a partir das 17h, no espaço 25 (praça dos 46) deve contar com os dois novos elinaldistas: o ex-vereador petista Otaviano Maia e o ex-presidente municipal da legenda, Anderson Santos.


Desbotado 2 Apesar de capitaneado pelo vice, movimento de fortalecimento da grife azul não conta mais com a parceria do alcaide. Segundo apurou a Coluna, Antonio Elinaldo não quer mais saber de time azul, time vermelho, time rosa. Agora é o time de Elinaldo. 


Back stage Tem um grupo de artistas da terra, com número que dá para formar uma grande banda, questionando se vale a pena realizar eventos bancados com dinheiro público como o Voz de Camaçari. Lembram, que o concurso vai premiar com R$ 30 mil, algo em torno de R$ 22 mil líquidos, apenas o vencedor que sequer terá direito a gravar um CD e/ou produzir um clipe. Segundo apurou a Coluna, como o concurso é a “Voz”, os outros 2 finalistas não terão direito a nenhum prêmio.


Back stage 2 Na festança musical apresentada pela secretária da cultura e candidatíssima a vereadora em 2020, Márcia Tude, mais de 90% dos R$ 312.990,00 mil destinados para realizar a produção vão para o restante da montagem do concurso. Esses mais de 280 mil serão gastos com produções diversas e cachês para os músicos da banda de apoio e comissão julgadora formada pelo ex-timbaleiro e camaçariense Denny Denan, a cantora Marcia Short, e o produtor musical Adail Scarpellini.


Back stage 3  Dos 130 inscritos no Voz de Camaçari, 30 foram selecionados para as 3 batalhas. Desse time, 15 passaram para as 3 eliminatórias que acontecem nesta quarta-feira (4), e nos dias 11 e 18. Os 9 sobreviventes disputarão dia 25 a semifinal. A grande final, com os 3 escolhidos, acontece no dia 29, no Teatro Cidade do Saber (TCS). 


Depenada  A prefeitura de Camaçari precisa dar uma passadinha em Jauá, onde parte da pista que margeia a orla da localidade está desmoronando com o avanço da maré. Com passeios engolidos pelo mar, trecho no final da praia conhecida pela sua famosa e não menos descuidada escultura símbolo do papagaio dourado, pode até ficar sem fornecimento de energia com os riscos de derrubada de postes da rede elétrica, e até acidentes com pedestres. 


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com (Editor)


3/9/2019 Atualização às 20h44

Mais Notícias

TSE adota medidas para conter o fake news na campanha de 2020
Justiça anula reeleição de Sinval para presidente do Sindsec
Proposta de reforma tributária terá imposto sobre consumo
Mangabeira diz que Bolsonaro é ´laranja` da elite econômica
Ex-piloto de Stock Car morre vítima de acidente aéreo na Bahia
Dinheiro do fundo partidário deve beneficiar base dos caciques
Emprego informal cresce e reduz a produtividade da economia
Aliados reclamam de discurso de Lula que defende PT hegemônico
Origem do óleo que polui praias brasileiras continua mistério
Dia Nacional da Amazônia Azul lembra esforços para conter óleo


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL