Busca:

  Notícia
 
Brasil entra da era 5G com 20% da população sem internet


O Brasil finalza seu porocesso  de  implantação da tecnologia 5G, a nova geração de internet móvel, mas tem cerca de 20% da população sem acesso a internet. Os índices de população desconectada são maiores nas regiões Norte e Nordeste. Apesar do edital do leilão que vai escolher as empresas responsáveis pela implantação e manutenção da tecnologia no país estabelecer regras para ampliar a rede, especialistas dizem que as exigências podem não garantir o aumento no uso da tecnologia.


Dados mais recentes da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, feita no 4º trimestre de 2019, indicaram que em 17,3% dos domicílios brasileiros não havia uso de internet. Eles foram divulgados em abril de 2021 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).A edição mais recente da TIC Domicílios, divulgada em agosto de 2021, disse que 19% da população não usava a internet. O levantamento é do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br). Falta de interesse e  preço das tarifas são os maiores motivos para não haver internet nos domicílios desconectados


As empresas vencedoras das quatro bandas ofertadas no leilão do 5G deverão cumprir contrapartidas, sendo que algumas delas têm o objetivo de ampliar a rede. Instalar antenas 4G ou superior em cidades e trechos de estradas definidos em portaria do Ministério das Comunicações é uma das exigências na faixa de 700 MHz. Levar tecnologia 4G ou superior a municípios com menos de 30 mil habitantes e a outras localidades previstas no edital está entre as obrigações para a faixa de 2,3 GHz. Levar fibra óptica a cidades sem essa infraestrutura e instalar rede de fibra óptica via fluvial na região amazônica estão entre as exigências da faixa de 3,6 GHz. Levar internet móvel às escolas públicas de educação básica por meio de plano a ser desenvolvido pelo Ministério da Educação é uma contrapartida para vencedoras da faixa de 26 GHz.


 As propostas das operadoras pelas faixas do 5G deverão ser apresentadas em 27 de outubro. O leilão está marcado para 4 de novembro e a expectativa da Anatel é que a licitação movimente R$ 49,7 bilhões.

Mais Notícias

Camaçari registra 8 novos casos de Covid-19 em 24 horas
Casamento ou troca de alianças!!??
Eleitor quer shippar Neto e Lula
Baianos são contra a realização do Carnaval no começo de 2022
Camaçari registra 2 novos casos de Covid-19 em 24h
Camaçarico 2 dezembro de 2021
Número de meninos e meninas de 6 a 14 anos fora da escola cresce 171%
Netinho deve se candidatar a federal com o apoio de Bolsonaro
Lula tem ao apoio de metade dos baianos para voltar ao Planalto
Camaçari registra 9 novos casos de Covid-19 em 24 horas


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2021 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL