Busca:

  Notícia
 
TJ-BA mantém embargo do condomínio Luar de Arembepe


Com 164 lotes, empreendimento está localizado numa área de cerca de 94 mil metros quadrados

O desembargador Jatahy Junior julgou improcedente o pedido de retomada das obras e comercialização dos lotes do condomínio Luar de Arembepe. Em decisão proferida nesta terça-feira (12), o magistrado da Quinta Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) manteve a decisão de 11 de outubro, do juiz Daniel Falcão, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Camaçari, que determinou a imediata paralisação do empreendimento, localizado na orla de Camaçari (Confira).


Ainda segundo o  magistrado e relator da ação, não se sustenta o alegado prejuízo para os que já adquiriram os lotes, apresentado pela defesa da JMJ Empreendimentos SPE Ltda, que também  informou um cronograma com 70% das obras concluídas. "Em que pese o agravante alegar a existência de perigo da demora, com o prejuízo suportado pelos adquirentes das unidades já vendidas, em verdade verifica-se a existência do periculum in mora inverso, uma vez que autorizar neste momento a continuidade das obras do empreendimento poderá causar perigo de dano ambiental irreparável à Área de Proteção Ambiental (APP) do Rio Capivara, Zona de Vida Silvestre.", escreveu o  relator na sua decisão. 


Impetrada pelo Ministério Público de Camaçari, a ação civil pública pediu, liminarmente, a suspensão dos efeitos da licença ambiental simplificada concedida pela prefeitura de Camaçari para implantação do condomínio. De acordo com a justificativa do pedido, assinado pelo promotor Everardo Yunes, a área onde está sendo construído o condomínio, com cerca de 94 mil metros quadrados e 164 lotes, é remanescente de um outro loteamento e foi enquadrada em 2001 como Zona de Proteção de Vida Silvestre (ZVS) pelo Conselho Estadual de Meio Ambiente, quando ali foi instituída a Área de Proteção Ambiental do Rio Capivara.


Além dos representantes da JMJ, também são citados na ação do MP, o titular da secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), Genival Graça, e o diretor de Meio Ambiente do orgão, Gilberto Sérgio Sousa.

12 novembro2019

Mais Notícias

Camaçari registra 40 novos casos de Covid em 24h
Invasões e lixo ameaçam Parque das Dunas de Abrantes e Jauá
Empréstimo consignado é o campeão de reclamações
Pressão faz Ricardo Salles pedir demissão do Meio Ambiente
Camaçari registra 27 novos casos de Covid em 24h
Petrobras perde espaço no mercado brasileiro de óleo e gás
Maioria dos jovens brasileiros quer ter seu próprio negócio
Camaçari registra 8 óbitos e 51 novos casos de Covid em 24h
Igreja e OAB pedem mudanças no projeto da praça de Abrantes
Salvador planeja ´ evento-teste` em julho e carnaval em 2022


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2021 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL