Busca:

  Notícia
 
Mais de 40 políticos foram assassinados no Brasil desde 2017

Pelo menos 40 vereadores, ex-vereadores, prefeitos e ex-prefeitos foram mortos no Brasil entre 2017 e 2018. A vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), assassinada a tiros no Rio de Janeiro,  foi a vítima número 40. Levantamento do site G1 mostra  que além desses 40 políticos, 2 suplentes de vereador dos estados do Rio e de Roraima. 


Na Bahia o último assassinato  ocorreu dia 17 de janeiro e teve como vítima o ex-vice-prefeito do município baiano de de Ourolândia, José Roberto Soares Vieira. ampliam a lista. José Roberto ajudou a força-tarefa da Lava Jato a rastrear pagamentos ao principal alvo da 47ª fase da operação, o ex-gerente da Transpetro José Antonio de Jesus.


Por regiões, o Nordeste lidera com 15 assassinatos, seguidos  do Norte com 9 mortes violentas. Ainda em 2017, as regiões Sudeste (6) e Sul e Centro-Oeste, cada uma com 5 mortes. 


Segundo o PSOL, partido ao qual Marielle Franco era filiada, desde 2016, foram registradas 24 mortes de pessoas ligadas a movimentos sociais (quilombolas, indígenas, sindicalistas, MST, etc.) em razão das atividades políticas desenvolvidas por elas.


Em 2016, somente no período eleitoral, a violência contra candidatos atingiu pelo menos 17 estados e levou a 28 mortes. À época, 25 mil militares das Forças Armadas foram destacados para fazer a segurança das eleições, e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pediu à Polícia Federal que investigasse os crimes.
Por regiões, o Nordeste lidera com 15 assassinatos, seguidos  do Norte com 9 mortes violentas. Ainda em 2017, as regiões Sudeste (6) e Sul e Centro-Oeste, cada uma com 5 mortes. 

Mais Notícias

Camaçarico 25 de abril 2018
SUS completa 30 anos com vitórias e desafios para sua manutenção
Palocci assina acordo de delação com a Polícia Federal
Repórter fotográfico do Correio é agredido por agente de trânsito
Assembleia Legislativa da Bahia terá sua própria polícia
Lúcio foge da notificação de processo no Conselho de Ética
Candidata do PSTU defende desapropriação de empresas
Julgamento de Almiro Sena vai para a Justiça de 1ª instância
Supremo aceita queixa de Caetano Veloso contra Feliciano
Prazo para acerto de contas com o leão do IR termina segunda


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2018 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL