Busca:

  Notícia
 
Mais de 40 políticos foram assassinados no Brasil desde 2017

Pelo menos 40 vereadores, ex-vereadores, prefeitos e ex-prefeitos foram mortos no Brasil entre 2017 e 2018. A vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), assassinada a tiros no Rio de Janeiro,  foi a vítima número 40. Levantamento do site G1 mostra  que além desses 40 políticos, 2 suplentes de vereador dos estados do Rio e de Roraima. 


Na Bahia o último assassinato  ocorreu dia 17 de janeiro e teve como vítima o ex-vice-prefeito do município baiano de de Ourolândia, José Roberto Soares Vieira. ampliam a lista. José Roberto ajudou a força-tarefa da Lava Jato a rastrear pagamentos ao principal alvo da 47ª fase da operação, o ex-gerente da Transpetro José Antonio de Jesus.


Por regiões, o Nordeste lidera com 15 assassinatos, seguidos  do Norte com 9 mortes violentas. Ainda em 2017, as regiões Sudeste (6) e Sul e Centro-Oeste, cada uma com 5 mortes. 


Segundo o PSOL, partido ao qual Marielle Franco era filiada, desde 2016, foram registradas 24 mortes de pessoas ligadas a movimentos sociais (quilombolas, indígenas, sindicalistas, MST, etc.) em razão das atividades políticas desenvolvidas por elas.


Em 2016, somente no período eleitoral, a violência contra candidatos atingiu pelo menos 17 estados e levou a 28 mortes. À época, 25 mil militares das Forças Armadas foram destacados para fazer a segurança das eleições, e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pediu à Polícia Federal que investigasse os crimes.
Por regiões, o Nordeste lidera com 15 assassinatos, seguidos  do Norte com 9 mortes violentas. Ainda em 2017, as regiões Sudeste (6) e Sul e Centro-Oeste, cada uma com 5 mortes. 

Mais Notícias

Isidoro renuncia a mandato para se aposentar pela PM
Brasil manda diplomatas brasileiros ignorarem governo Maduro
Exercício físico ajuda a combater a depressão, diz estudo
Bahia fecha dezembro com menos 11 mil postos de trabalho
Camaçarico 23 janeiro 2019
Número de registros de novas armas cresceu em 17 estados
Brasil fecha 2018 com saldo positivo na geração de emprego
Moro quer confiscar bens comprados com dinheiro do crime
Guedes quer reduzir para 15% carga de impostos de empresas
Camaçarico 22 janeiro 2019


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL