Busca:

  Notícia
 
Mais de 40 políticos foram assassinados no Brasil desde 2017

Pelo menos 40 vereadores, ex-vereadores, prefeitos e ex-prefeitos foram mortos no Brasil entre 2017 e 2018. A vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), assassinada a tiros no Rio de Janeiro,  foi a vítima número 40. Levantamento do site G1 mostra  que além desses 40 políticos, 2 suplentes de vereador dos estados do Rio e de Roraima. 


Na Bahia o último assassinato  ocorreu dia 17 de janeiro e teve como vítima o ex-vice-prefeito do município baiano de de Ourolândia, José Roberto Soares Vieira. ampliam a lista. José Roberto ajudou a força-tarefa da Lava Jato a rastrear pagamentos ao principal alvo da 47ª fase da operação, o ex-gerente da Transpetro José Antonio de Jesus.


Por regiões, o Nordeste lidera com 15 assassinatos, seguidos  do Norte com 9 mortes violentas. Ainda em 2017, as regiões Sudeste (6) e Sul e Centro-Oeste, cada uma com 5 mortes. 


Segundo o PSOL, partido ao qual Marielle Franco era filiada, desde 2016, foram registradas 24 mortes de pessoas ligadas a movimentos sociais (quilombolas, indígenas, sindicalistas, MST, etc.) em razão das atividades políticas desenvolvidas por elas.


Em 2016, somente no período eleitoral, a violência contra candidatos atingiu pelo menos 17 estados e levou a 28 mortes. À época, 25 mil militares das Forças Armadas foram destacados para fazer a segurança das eleições, e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pediu à Polícia Federal que investigasse os crimes.
Por regiões, o Nordeste lidera com 15 assassinatos, seguidos  do Norte com 9 mortes violentas. Ainda em 2017, as regiões Sudeste (6) e Sul e Centro-Oeste, cada uma com 5 mortes. 

Mais Notícias

Bolsonaro volta a estimular criança a exibir gesto de arma
Assassinato da vereadora Marielle completa 4 meses sem respostas
Norte e Nordeste concentram a maioria dos crimes eleitorais
Exposição prossegue até agosto no Instituto Goethe-Salvador
MP pede a dissolução da Odebrecht e de outras 4 empreiteiras
Segurança e economia são os temas mais debatidos no Facebook
Guardar moeda no cofrinho é pratica de 1 em cada 4 brasileiros
Ministério da Fazenda critica modelo de reajuste nos planos de saúde
Camaçari cria distritos sanitários para melhorar atendimento
Taxa de mortalidade infantil volta a aumentar na Bahia


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2018 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL