Busca:

  Notícia
 
Fabricação de veículos volta a crescer e gera mais empregos


Clique na imagem para ampliar o gráfico

O Brasil produziu no ano passado 2,7 milhões de veículos. Com a  expansão de 25,2% em relação ao volume alcançado em 2016, as fabricas de veículos criaram 5.518 vagas de emprego em 2017. De acordo com balanço da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (anfavea),  o setor conta com 126,6 mil trabalhadores no Brasil, 4,6% a mais que no fim de 2016. Números ainda estão longe do auge do setor, alcançado em 2013, quando 3,7 milhões de unidades saíram das fábricas, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. 


Segundo a Anfavea, a GM segue na liderança pelo 2º ano, no segmento automóveis e comerciais leves, com 394 mil veículos produzidos em 2017, contra 345,8 mil em 2016. Também pelo 2º ano consecutivo ocuopando a vice-liderança, a FIAT produziu 291,3 mil, 13 mil amneos que em 2016. A VW é a 3ª com 272,1 mil, quase 44 mil veículos produzidos a mais que em 2016. Com produção de  206,7 mil veículos em 2017, um aumento de 26,5 mil veículos em relação a 2016, a Ford, que tem uma de suas unidades em Camaçari, sai do 6º lugar (2016) para o 4º lugar em 2017.  


O avanço com o crescimento das vendas ao consumidor brasileiro foi complementado com o aumento das exportações de 762 mil veículos ao em 2017, alta de 46,5% em relação ao ano anterior. Com isso, as exportações passaram a representar 28% da produção das montadoras em 2017, relevância que não se via desde 2005, quando a participação ficou em 30%. Nesse intervalo, as vendas ao exterior perderam importância porque o mercado interno não parava de crescer. Até que veio a crise econômica em 2015 e as montadoras instaladas no Brasil voltaram a dar mais atenção a seus clientes de outros países. O principal destino continua sendo a Argentina, que concentra 70% das exportações. 


A fabricação dos chamados veículos leves, que somam os segmentos de automóveis e comerciais leves e representam mais de 90% do setor, atingiu 2,6 milhões de unidades em 2017. O volume representa crescimento de 25% em relação a 2016.


Entre os pesados, a produção de caminhões somou 82,8 mil unidades no ano passado, aumento de 37% sobre o desempenho de 2016. No último mês, foram 7,4 mil unidades produzidas, avanço de 81,3% ante igual mês do ano anterior, mas recuo de 8,9% em relação a novembro. Com informações do jornal O Estado de São Paulo

Mais Notícias

Polícia recupera instrumentos musicais de Caetano Veloso
Prefeitura proíbe metrô de cortar bambuzal do aeroporto
Números de acidentes e mortes em rodovias caem em 2017
Servidor da Câmara e do Supremo recebem 13º antecipado
Governo Temer deve gastar R$ 30 bi para aprovar Previdência
Caixa quer aumentar para R$ 87 mil o salário de diretores
Camaçarico 19 de janeiro de 2018
Testemunha do caso Transpetro é assassinada em Candeias
Moro acaba regalias de Cabral com transferência para Curitiba
O Supremo Federal e o polêmico sorteio dos processos


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2018 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL